Unique Medical Center traz conceito de mall e pretende transformar Maringá (PR) em novo polo de Saúde

A edição 74 da Revista Healthcare Management traz Roberto Madid, CEO do Unique Medical Center como destaque. O complexo promete ser um Hospital 4.0! O visionário diretor está à frente desse grandioso Shopping da Saúde, que foi pauta desta edição da revista. Madid destacou que a intenção é tornar Maringá um novo Hub da saúde, gerando empregos, promovendo negócios e assim, movimentando a economia.

Leia matéria completa na íntegra.

Shopping da Saúde

Entre 2013 e 2014, um grupo de médicos se reuniram para investir em um Complexo Hospitalar moderno para a cidade Maringá (PR), tanto no quesito de estrutura física, quanto de tecnologia e equipamentos. Assim foi concebida a ideia do Unique Medical Center.
O Complexo, que já iniciou suas obras, foi criado a partir do conceito de Shopping da Saúde, com o objetivo de propiciar qualidade de atendimento à população de Maringá.

Para liderar esse projeto, os médicos-sócios do empreendimento recrutaram Roberto Madid para assumir o cargo de CEO. “Fiquei encantado e impressionado com os indicadores financeiros, sociais e de saúde da cidade. Maringá é pujante. Analisei o projeto, sua viabilidade econômica, estrutura operacional, mercado local, demandas e concorrência. Cercado de pessoas certas, no local certo, e na hora certa, abracei o desafio.”
Roberto Madid, CEO do projeto, recentemente convidou para juntar-se ao time Adilson Boldo, ex-executivo da GM, e, na saúde, traz passagens pelas Diretorias de GNDI (Intermédica), Hapvida e Hospital Mãe de Deus, nos quais atuou como diretor executivo de Supply Chain e Infraestrutura.

Por que Maringá?

A escolha da cidade de Maringá para ser sede do Unique Medical Center não foi por acaso. O município é um dos mais industrializados e ricos do Estado do Paraná, é a 2º melhor cidade do Estado para se viver e a 23º do Brasil em termos de Índice de Desenvolvimento Humano, com um PIB per capita superior a R$ 42 mil anual.

Sua população é estimada em 460 mil habitantes e, na região metropolitana, mais de 1,5 milhão. Também é a 2º cidade na geração de empregos no estado no ano de 2019. “Apesar disso, Maringá apresenta alta deficiência na sua infraestrutura hospitalar, contando com 2,2 mil leitos, com uma média de 2,76 leitos por habitantes. Ou seja, um déficit de aproximadamente 200 leitos de acordo com a indicação da OMS de 3 leitos por mil habitantes”, explica Madid.

“A infraestrutura hospitalar de Maringá é antiga e os 10 principais hospitais da cidade possuem uma idade média de 47,3 anos. O Unique vem para sanar essa precariedade”, ressalta.

Gigantismo da infraestrutura

O Unique Medical Center atuará como hospital geral, atendendo todas as especialidades clínicas cirúrgicas, com exceção à pediatria e obstetrícia. Toda a estrutura será edificada em um terreno de 10.800 m², com uma área total de 58.300 m².

A arquitetura do Complexo foi inspirada em conceitos modernos, no intuito de propiciar uma operação otimizada para todos os processos técnicos-médicos. A edificação é composta por duas torres interligadas. A torre mais alta, com 26 andares, oferecerá 237 salas/consultórios com até 83m² cada, disponíveis para aquisição aos profissionais de saúde interessados.

“Em 100 dias do lançamento comercial, 60% foram vendidas. Essas salas/consultórios só poderão ser utilizadas para prestação de serviços em saúde. Será vedada a utilização para comércio ou outros tipos de serviços. É um edifício de saúde!”, enfatiza Madid.

A outra torre será o Hospital Unique, com 150 leitos de internação mais 24 leitos de UTI geral com box individualizados. Serão 10 salas cirúrgicas ultra tecnológicas, Pronto Socorro 24 horas, clínico cirúrgico. O Complexo contará ainda com um Centro de Diagnóstico completo e de última geração para atendimento eletivo agendado e aos pacientes do hospital.

Interligando as duas torres, um Mall com 20 lojas de conveniência, auditório para eventos e salas de reuniões. Também estarão disponíveis aproximadamente 800 vagas de estacionamento para comodidade e segurança de todos.

O gigantismo da infraestrutura corresponde ao aporte financeiro. Até o momento, os empreendedores médicos já investiram 15 milhões de reais entre aquisição de terreno e projetos. “A obra do Complexo está estimada em 200 milhões de reais e para equipamentos estão previstos outros 60 milhões de reais.”

Somente as obras em execução irão gerar de 500 a 700 empregos na construção civil. “Após a inauguração do Complexo, teremos de 3 mil a 5 mil empregos diretos e indiretos”, salienta Madid.

Hospital 4.0

O Hospital Unique abrirá suas portas com a certificação Leed, selo ambiental internacional, e a busca por protocolos de qualidade e segurança não param por ai. De acordo com o CEO do Unique, sua gestão buscará rapidamente certificações de qualidade e conformidade ONA, QUANTUM, NIAHO, JCI, HIMSS, ISO 9000 e OHSAS 18001. “A conformidade e padronização de processos, fluxos e controles garantirão e serão essenciais para propiciar segurança do paciente.”

Como suporte para essa busca pela qualidade está o braço da tecnologia. Para tanto, a diretoria investirá na integração de dados, com rapidez e precisão, sejam eles clínicos, financeiros ou estatísticos. “Sistemas informatizados de última geração e softwares de apoio ao trabalho médico já estão sendo negociados. Será um hospital 4.0!”

Agregando ao setor

A expectativa para a finalização das obras do Unique Medical Center é grande. “O prédio será benéfico tanto para pacientes como para os médicos, pois os consultórios integrados ao hospital facilitarão o trabalho com expressivo ganho de tempo aos médicos.”

Além disso, Madid esclarece que o Complexo será um aliado à Saúde da região. “Nosso intuito não é de competir com as outras instituições de saúde existentes. Viemos para agregar. Nossa intenção é transformar a cidade em um polo de saúde no Estado, gerando empregos e negócios, movimentando a economia. Todos se beneficiarão.”

O CEO afirma ainda que há a possibilidade do Unique realizar parceria com o poder público, porém para casos específicos de alta complexidade. “Assim vamos otimizar o nosso potencial técnico e tecnológico em benefício da população de Maringá.”

 

Fonte: Healthcare Management.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os Direitos Reservados

Sette Marketing ® 2019